O que dizer da situação das Escolas de Educação de Infância em Moçambique diante da pandemia e doença COVID19 / Coronavirus 2020????

apc-situacao-covid-educacao-infantilAs escolas de educação de Infância estão sofrendo diante desta pandemia e doença COVID19 / Coronavírus 2020 em Moçambique, pois não existe uma lei ou obrigatoriedade de crianças até (05) cinco anos de idade serem matriculadas em uma Escola de Educação de Infância, governamental, privada, social – humanitária ou comunitária.

Com este cenário COVID19 / Coronavirus 2020 que já eliminou e cancelou o primeiro semestre de 2020, muitas escolas de Educação de Infância, Creches e Centros Infantis estão sendo obrigadas a encerrar suas atividades e fechar as suas portas.

Alguns fatores que implicam e contribuem, pois para o Ensino a Distância para essa faixa etária e alunos seria possível apenas mediante a presença, apoio, acompanhamento e supervisão de um adulto, pai ou encarregado de educação sabendo que as crianças nesta faixa etária não possuem uma autonomia para acompanhar uma aula a distância sozinha via uma plataformas ON LINE ou em vídeo aula gravada.

Outra situação que vem contribuindo para o fechamento e encerramento das atividades destas instituições é o desemprego que vem atingindo muitas famílias, forçando os pais e encarregados de educação a retirarem os filhos das Escolas de Educação de Infância por não terem mais condições de arcar, pagar e custear com o pagamento, as contribuições das mensalidades, transporte e alimentação.

Em nossa realidade aqui em Moçambique, ainda existe um outro problema agravante, um grande número de pais e encarregados de educação estão trabalhando na INFORMALIDADE como autônomos, (biscateiros).

Também mencionamos e não podemos omitir ou ocultar o fato de que os pais não dão a devida importância a Educação de Infância em Moçambique, isso se comprova porque apenas (4%) quatro por cento das crianças menores de (5) cinco anos frequentam escolas de educação de Infância.

E como consequência, a maioria tem desenvolvimento mental, linguístico e social comprometido.

O “DPI – Desenvolvimento na Primeira Infância, refere-se à forma como uma criança cresce e aprende durante os primeiros anos da sua vida, é o principal alicerce para o desenvolvimento econômico, social e cultural de uma sociedade, com impactos positivos na criação de habilidades cerebrais, cognitivas, sócio-emocionais, criação de responsabilidades, na auto- confiança, estima, criatividade, inovação, resolução de conflitos, rendimento escolar e competências para a vida adulta.”

A APC Moçambique que vem advogando a Educação de Infância desde o ano de 2009 em Moçambique na África, mantenedora da Escola Comunitária El Shaddai na Rua Josina Machel S/N na Comunidade do Picoco 1 na Localidade do Gueguegue em Boane, teme uma evasão causada pela Pandemia e Doença COVID19 / Coronavírus 2020.

O certo é que muitas instituições privadas de Educação de Infância estão sendo forçadas a encerrar suas atividades em definitivo, demitindo educadores, professores e equipe de apoio, com receitas baixas muitas escolas estão cortando todos os custos e gastos.

Ainda estão lutando para sobreviver neste tempo de crise e se manter com portas abertas escolas e instituições Sociais, Humanitárias, Missionárias e de trabalho Voluntário a exemplo da APC Moçambique mesmo diante deste quadro desastrado da Pandemia e Doença COVID19 / Coronavirus 2020.

Ainda não há nenhuma certeza sobre um possível retorno as aulas, só há algumas ideias e propostas de como pode ser feito este retorno, porém nada que possa aliviar tamanha crise causada pela Pandemia e Doença COVID19 / Coronavirus 2020.

No momento (Agosto de 2020) estamos já no (5°) quinto mês de Pandemia e Doença COVID19 / Coronavirus aguardando as resoluções e decisões do Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano – (MINEDH), Ministério da Saúde – (MISAU), Direção Provincial de Gênero, Criança e Ação Social – (DPGCAS) e no caso da APC Boane também do Serviço Distrital de Educação Juventude e Tecnologia (SDEJT), Serviço Distrital da Saúde, Mulher e Ação Social (SDSMAS), e ainda de forma especial da Sua Excia Filipe Jacinto Nyusi, Presidente da República e da Assembleia da República pelo Termo do Estado de Emergência.

Vamos continuar o trabalho de forma séria, comprometida e com entrega total aos nossos princípios e valores sempre trabalhando em prol das nossas Comunidades.

A APC Moçambique e a Escola Comunitária El Shaddai continuam contando com as suas orações e o seu total e irrestrito apoio.

Novamente muito obrigado,

“E tudo quanto fizerdes por palavras ou por obras, fazei-o em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai”.

Que venha o Seu Reino Senhor.

APC – Associação Projeto Cidadão – Moçambique – África

Fazendo Jesus Conhecido Através da Convivência e Serviço.

FACEBOOK: https://www.facebook.com/projetocidadao.org/

Web Site: www.projetocidadao.org

E-mail: contatos@projetocidadao.org

WhatsApp e Telefone: 00 258 8264 46 233